As mulheres são vencedoras

By on março 4, 2013
Nelson Tanuma b

Nelson Tanuma*

Ao longo da históriada humanidade tentou-se, em vão, esconder o valor das mulheres, entretanto, como a pedra preciosa que não perde seu valor, ainda que fique em estado bruto sob o solo, a natureza vitoriosa da mulher vem se tornando mais clara e evidente, a cada dia que passa.

As mulheres que têm sido discriminadas, incompreendidas, subjugadas e tratadas com injustiça e desigualdade, em especial nas sociedades onde o machismo é mais acentuado, venceram no mercado de trabalho, nos negócios e na política graças a sua inteligência, perspicácia, flexibilidade, empatia, perseverança e capacidade de superação, entre outras qualidades; e como se pode constatar, atualmente, as mulheres são responsáveis pela movimentação de mais da metade da economia brasileira, e estão cada vez mais, ocupando posições de destaque nas organizações de todos os setores da nossa economia.

As mulheres se desdobram, ao viverem em jornada dupla, trabalhando fora e dentro de casa concomitantemente, e conseguem ser multifuncionais de forma eficaz, conseguindo provar que a inteligência e a dedicação prevalecem sobre a arrogância e a forca bruta típicas do comportamento machista. A maior prova do fracasso da inteligência humana são as guerras, que continuam aniquilando um numero incomensurável de vidas humanas, e que foram protagonizadas, em sua maioria por homens conduzidos por líderes insanos, gananciosos e sedentos de poder.

É estatisticamente comprovado que as mulheres causam menos acidentes de trânsito, e consequentemente, menos mortes, o que explica porque o custo do seguro de automóvel é mais barato para as mulheres, sem considerar que brigam menos na rua, principalmente nos estádios de futebol, por exemplo; praticam menos crimes violentos, o que nos ensina como a importância do uso da inteligência tem sido mostrada na prática pelas mulheres.

O amor incondicional, aquele que não existe na grande maioria das relações humanas, é virtude característica das mães, e o privilégio de ser mãe foi outorgado apenas às mulheres, motivo pelo qual, nós homens, jamais conseguiremos entender na sua totalidade, o que seja o Amor. Eu não tenho dúvidas de que a mulher esta mais próxima de Deus, já que Deus e Amor. Concordo com quem disse que como Deus não podendo estar em muitos lugares ao mesmo tempo, criou e nomeou as mães como seu representante na terra.

O grau de miopia e ignorância masculina ainda é elevado; e isso se observa em muitas sociedades machistas do mundo contemporâneo, as quais acreditam, equivocadamente, que as mulheres seriam inferiores aos homens, e tem a ilusão de que serão capazes de subjugar, por muito tempo ainda a mulher, usando de violência.

Ao invés de maltratá-las e agir como se fôssemos inimigos delas, eu me pergunto se não seria melhor e mais produtivo torná-las nossas aliadas, fazendo delas a alavanca para o desenvolvimento econômico da sociedade, ao invés de perdermos a oportunidade de criarmos um mundo melhor para nossas futuras gerações.

Acredito que a espécie humana só conseguiu subsistir até os dias de hoje graças à presença feminina, pois se dependêssemos do espírito belicoso dos homens, a vida no planeta terra já teria sido extinta.

Estatisticamente, constatamos que a mulher vive mais do que os homens porque cuida mais da saúde, mata menos e morre menos, e, se considerarmos que tudo que se quebra com maior facilidade e mais frágil, não posso deixar de acreditar que os homens são mais frágeis do que as mulheres.

A competência feminina é fato consumado e inquestionável, e a nós, homens inteligentes, cabe prestar nossa singela homenagem, na forma de carinho e respeito por todas as mulheres.

*Nelson Tanuma que é professor, escritor e palestrante: especialista em Desenvolvimento do Potencial Humano, pós-graduado pela PUC, há mais de 10 anos vem ministrando cursos e palestras pelo CIESP/FIESP, SEBRAE-SP, Fundação Bradesco, UMC, Universidade Corporativa ACMC e organizações diversas, e tem artigos publicados periodicamente em jornais, revistas, portais, sites informativos e blogs de várias cidades do Brasil).
Nelson Tanuma b

Você deve estar conectado para postar um comentário Login

Responder