Mundo virtual” é estratégico para pequenas empresas

By on julho 23, 2013
Mundo virtual

Palestras, ministradas durante a terceira edição do Seminário Desafios do Crescimento, trouxeram dicas para empresários aproveitarem tendências e oportunidades; ação é do Programa Sebrae Mais

Após quatro anos de atuação no segmento de estamparia, Paulo Roberto Nishiyama, empresário da Vision Art, de Cianorte, decidiu dar um passo de crescimento e, no final do ano passado, iniciou um e-commerce. Em busca de ferramentas que o ajudem a obter melhores resultados, o empresário participou da terceira edição do Seminário Desafios do Crescimento, promovido pelo Sebrae/PR em Maringá, na noite da terça-feira, dia 9.

Com o tema “Interatividade & Conectividade”, o Seminário abordou a integração estratégica de empresas com o “mundo virtual” e redes sociais. “Percebi que existem várias ferramentas gratuitas de fácil acesso, e que preciso estar atento ao comportamento do consumidor, em especial dessa nova geração que promove muitas mudanças. Para vender pela internet não basta ter um site bonito, é preciso ser funcional”, afirmou Paulo Nishiyama.

Ademir Avanci, gestor da New Systems, empresa de Maringá que atua na reparação de veículos, também estava entre os cerca de 400 participantes do evento. Há sete anos, ele deixou a carreira como gerente de banco e decidiu empreender. Para o empresário, as palestras trouxeram informações pertinentes e aplicáveis na empresa.

“Muitos dos conhecimentos explanados são novos para mim. Vou aproveitar as dicas e ferramentas digitais para desenvolver pesquisas e melhorar a divulgação da empresa por meio da internet. Também foi muito interessante saber que o setor de prestação de serviços tem espaço no ambiente online, com chances de bons resultados”, comentou Ademir Avanci.

O Seminário Desafios do Crescimento é uma das ações do Sebrae Mais – Programa Sebrae para Empresas Avançadas. Nesta terceira edição, em Maringá, teve programação iniciada com o especialista em Gestão Estratégica, Henrique Mendes Pereira, que abordou o tema “Marketing Digital – dicas e benefícios”.

Durante a explanação, Henrique Pereira apresentou diversas dicas e ferramentas que o empresário pode utilizar, gratuitamente, para obter performance digital em seu e-commerce. “Para obter desempenho satisfatório, primeiro a marca e os produtos precisam ser encontrados com facilmente, tanto em site de busca quanto no site da empresa. Nesse ponto, a velocidade da página na internet é fator importante para obter destaque nas listas de busca”.

Henrique Pereira enfatizou ainda que a o cliente só permanece pesquisando ou no processo de compra se a navegação apresentar usabilidade. Isto é, layout objetivo e simplificado, disposição facilitada de informações, produtos de qualidade, rapidez de acesso, entre outros. “Por fim, destaco a credibilidade, que é fator fundamental na tomada de decisão do usuário”, frisou.

Na sequência, o especialista em cultura digital Gil Giardelli abordou o tema “E agora: como aproveitar as oportunidades na sociedade em rede?”. Para ele, os negócios estão cada vez mais em rede porque as pessoas têm se relacionado e se comportado em rede, o que transforma a colaboração humana em um “novo ouro”.

“Em décadas passadas, o cliente estava em primeiro lugar, depois foi a vez do produto e, hoje, são os valores que estão em primeiro lugar. Estamos vivendo a era da generosidade coletiva”.

Autor do livro “Você é o que você compartilha”, Giardelli apresentou por meio de exemplos e indicadores que ser empreendedor também é viver a era da realização, da inovação e da criatividade. “A motivação está intrínseca ao que você faz e, se você gosta, compartilha. No mundo atual, o digital invadiu o real, mas apenas 1% das pessoas produz conteúdo, 4% replicam e 95% aprendem”, ponderou.

Sobre as oportunidades para as micro e pequenas empresas na sociedade em rede, o palestrante disse que hoje é possível deixar a loja 24 horas aberta e utilizar a conectividade para vender para qualquer parte do mundo. “Vivemos a era da ‘aldeia global’ onde o negócio é entrar na rede, ter um bom serviço, e se comunicar para vender”, destacou.

Avaliação

O gerente regional do Sebrae/PR no noroeste do Estado, Luiz Carlos da Silva, afirmou que a temática abordada no Seminário é importante para que empresários estejam atentos à influencia que a interatividade e a conectividade exerce no mundo dos negócios na atualidade. “O ‘mundo virtual’ e as redes sociais mudam e oportunizam novas maneiras de estruturar os negócios”.

Luiz Carlos comentou que, na região noroeste do Paraná, o Sebrae/PR tem percebido que muitas empresas já sentem essas mudanças de mercado e de comportamento do consumidor e, por isso, já utilizam a internet e as redes para manter a competitividade nos negócios. “Reforço, contudo, a importância da busca por conhecimento especializado para que, ao se inserirem no ambiente online, possam ter profissionalismo e bom desempenho”, completou.

Para a consultora do Sebrae/PR, Patrícia Valente Santini, o conteúdo do evento trouxe informações precisas para melhorar a participação dos pequenos negócios nas redes. “Temáticas relacionadas ao ‘mundo virtual’ são muito pertinentes porque esta é uma área estratégica, especialmente para empresários que já superaram o período inicial do empreendimento e, agora, almejam dar um passo rumo ao crescimento”, pontuou.

Mais informações sobre as ações do Sebrae Mais podem ser obtidas na Central de Relacionamento do Sebrae/PR, no  0800 570 0800 , ou no  (44) 3220-3474.

Você deve estar conectado para postar um comentário Login

Responder