Empreendedorismo, elas fazem e acontecem!

By on outubro 18, 2013
sebrae

Os desafios do empreendedorismo são grandes e não escolhem gêneros. Porém, as mulheres vêm ganhando cada vez espaço em cargos de confiança

Segundo dados do Sebrae, a cada quatro brasileiros, três querem ter o próprio negócio. E o mercado aponta que as mulheres estão em sintonia com essa tendência, representando um crescimento de 21% nos últimos dez anos – o dobro registrado pelos homens, apesar deles ainda serem maioria ocupando cargos de confiança. Como tornar-se uma empreendedora de sucesso é o ponto chave, e alguns segmentos começam a estar em evidência: o seu produto é novo ou traz algum diferencial?

Para as empresárias e irmãs Juliana e Ana Cunha, diretoras de cursos da EducAR, única agência de intercâmbios especializada em cursos na Argentina, os desafios são constantes muito maiores quando se fala em empreendedorismo feminino, pela quebra de barreiras e machismo, mas também pela própria responsabilidade que uma mulher tem no dia a dia, com marido, casa ou filhos, por exemplo.

“Por coincidência ou não, a verdade é que dificilmente vemos o rosto de mulheres empreendedoras na capa de grandes revistas. Sendo que, o mercado vem se abrindo e mais do isso, as mulheres estão deixando sua marca e conquistando mais espaço, desbancando cargos antes vistos como ‘masculinos’. É um novo jeito de liderar, de forma intuitiva, corajosa e empática. A natureza feminina é forte e perseverante e acredito que nos negócios isso possa ser favorável”, pontua Juliana Cunha.

Responsável por uma média de crescimento anual de 40%, a EducAR intercâmbios se firmou em um segmento receptivo à liderança de mulheres.

“Temos o desafio diário de nos superarmos para continuar sendo referência no mercado. Hoje, temos uma escola de idiomas própria, com sede em Buenos Aires, além de uma matriz em São Paulo e filial em Porto Alegre. Isso só foi possível com muito esforço, pois somos capazes e tão preparadas quanto os homens para estarmos à frente do próprio negócio”, finaliza Ana Cunha.

Você deve estar conectado para postar um comentário Login

Responder